Posts Tagged ‘palhaços’

Os palhaços da UNIBAN

novembro 6, 2009

Os alunos vão ao ar dizer que a menina “denegriu” a imagem da universidade. Primeiro de tudo, deveriam por nariz de palhaços para a própria universidade que está rankiada pelo MEC como uma das piores do país (o próprio tumulto na Uniban expôs crise interna). Será que nesse caso eles fariam o protesto na frente da sede do MEC? Dizem que Geisy é a culpada pelo que aconteceu, mas como isso é possível? Ela foi a pessoa agredida e linchada moralmente! Foi ela que xingou? Não. Foi ela que pôs o vídeo no youtube com título desrespeitoso e saiu divulgando por aí? Não. Foi ela que foi procurar jornalistas, a mídia? Não. E se ela se recusasse a falar provavelmente aconteceria o mesmo que ocorreu com a aluna de educação física em abril deste ano na mesma UNIBAN – onde não aconteceu absolutamente NADA! e ninguém lembra mais (Estudante é agredida em protesto). Nessa outra ocasião ninguém foi expulso e o culpado quem foi? Os bares próximos à universidade!

Os “alunos” além de cometer o ato bárbaro acharam que seria bonitinho expor no youtube. Depois ficaram assustados com a repercussão que teve (aqui uma das alunas Stéfanie Trindade impressionada e rindo com o que aconteceu http://twitpic.com/nc3jo/full ). Ou seja, eles são os próprios culpados da vergonha. Os palhaços, portanto, são eles próprios. Dia 05 de novembro Luciana Gimenez deu espaço para os “revoltosos” se manifestarem. Infelizmente, não assisti e ninguém postou ainda o vídeo no youtube. Sò li alguns comentários por aí, orkut e twitters.

Dois novos textos se manifestando ou comentando o caso.

Contardo Calligaris escreveu ontem, dia 05 de novembro, para a Folha Ilustrada um texto muito interessante (A turba da Uniban). Tem uma frase que achei particularmente excepcional:

A violência e o desprezo aplicados coletivamente pelo grupo só servem para esconder a insuficiência de cada um, se ele tivesse que responder ao desejo e às expectativas de uma parceira, em vez de lhe impor uma transa forçada.

Parlamentares reprovam machismo na Uniban
A deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS), disse que “as mulheres desta Casa são solidárias àquela jovem e repudiam a intolerância contra ela.”
E anunciou a elaboração de uma nota que a Bancada feminina do Congresso para ser enviada ao programa Fantástico, da TV Globo, criticando a matéria exibida no último domingo (1o), pela abordagem machista e preconceituosa. “No Fantástico, em vez de julgarem a intolerância dos jovens da Uniban com relação àquela jovem mulher, julgaram a roupa da menina, ou seja, se ela estava adequada ou não. Presenciamos uma das mais cruéis manifestações de intolerância do País na história recente.

Clique na imagem abaixo e leia notícia dos Palhaços.

palhaços

Anúncios